sábado, outubro 18, 2008

POST Nº 100 / SUGAR HILL GANG

POST Nº 100

Pois é, chegamos ao centésimo post aqui no Groove Grave. Valeu a todos que freqüentam, baixam e comentam. Um salve aí família, dei uma desanimada no caminho, mas to pronto pra mais duzentos. E que venham eles!

---------------------------------------------------------------------------

Suggar Hill Gang

O centésimo post não poderia ser sobre alguma coisa menos importante do que a Sugar Hill Gang, que gravou Rappers Delight, o primeiro rap gravado em disco, em cima do break de Good Times, sucesso da era disco (então já no seu final) da banda Chic.
Segue aí um trecho do livro “Can´t stop, won´t stop” sobre o impacto desse som nas palavras de quem viveu a época.

“Rappers Delight foi impressionante para mim”, disse Bill Adler, então um crítico musical do jornal Boston Herald que mais tarde trabalhou para a Def Jam, “não porque os artistas estavam rimando e não cantando. O que era impressionante era que durava quinze minutos. Boston tinha uma estação de rádio de música negra e era uma estação AM chamada WILD. Sempre que eles tocavam Rapper´s Delight – o que era o tempo todo – eles tocavam a versão de quinze mintuos inteira, o que nunca tinha acontecido com outras músicas.”
Mas na fronteira do universo do rap nas vizinhanças negras de Long Island, Chuck D, então um MC de 19 anos de idade, lembra do impacto de Rappers Delight de forma diferente. “Eu não pensava que era concebível alguma coisa tipo um disco de hip hop”, ele diz. “Eu não conseguia ver”. O famoso DJ Eddie Cheeba esteve em Log Island e tocou Good Times para os negros em maio, prometendo enquanto tocava que seu próprio disco de rap ia sair logo. “Eu pensei tipo, disco? Merda, como você vai colocar o hip hop em um disco? Porque era uma coisa inteira, entende? Como você vai colocar três horas em um disco??” Chuck disse. “Bam! Eles fizeram Rappers Delight”. E a ironia não é quão longa a gravação era, mas o quão curta era. Fiquei pensando, “ Cara, eles cortaram toda a merda em quinze minutos? Eram um milagre.”...
Os amadores da Sugar Hill Gang nunca tiveram uma DJ. Unidos em uma tarde em New Jersey, eles eram uma criação de estúdio que nunca havia pisado no palco até virarem um sucesso na rádio. Eles escreviam com ouvido de fã, e entusiasmo de iniciantes. ...
Ironicamente, Sugar Hill Gang ajudou a reviver a decadente cena dos clubes do Bronx. Mas ir aos clube tornou-se uma experiência mais passiva do que nunca. Os b-boys desapareceram e, diz Charlie Ahearn “Ninguém estava dançando. Rap virou o foco. MC´s estavam no palco e as pessoas ficavam olhando para eles”. DJs já não estavam no centro da música. A nova indústria do rap independente não tinha lugar para eles, além de alugar as bandas caseiras para copiar o espírito de suas manobras nos toca-discos. “Isso é 1980,” diz Ahearn. “Em outras palavras, o hip hop está morto em 1980. É verdade.”



The best of Sugar Hill Gang

1. Rapper's Delight
2. Hot Hot Summer Day
3. 8th Wonder
4. Showdown
5. Apache
6. The Lover in You
7. The Word Is Out
8. Kick It Live from 9 to 5
9. Livin' in the Fast Lane
10. Girls
11. Work, Work, the Body


Para baixar clique aqui.

---------------------------------------------------------------------------------



Sugarhill Gang - Rapper's Delight



DEF SQUAD - RAPPERS DELIGHT (Regravação feita pelos rappers da gravadora Def Jam para o disco In da beggining there was rap, cloetânea de clássicos do rap regravado por figuras atuais)