quinta-feira, março 13, 2008

Groove Grave no Metro / Valete Demo



GROOVE GRAVE NO JORNAL METRO

Como os frequentadores devem ter percebido o blog anda abandonado de novo. Como sempre muita coisa pra ler, ouvir e viver por aí. Essa semana andei pensando em alguma coisa pra reanimar o blog. Por coincidência hoje encontrei uma amiga da cidade onde estou morando que leu o blog, gostou e indicou para uma amiga de POA que também gostou. E agora de noite de passagem lá pelo Só Pedrada vi que o Tamenpi postou uma notícia do jornal Metro que citou o blog dele, por coincidência o GROOVE GRAVE também foi citado pelo jornal paulista. Claro que o post só pode ser este hoje, logo mais volto com outros sons. Por enquanto só posso agradecer a todos que passam por aqui, mesmo que não comentem, afinal como disse o Parteum "eu só te toco por termos algo em comum". Paz e respeito!

Para ler a notícia clique aqui.

--------------------------------------------------------------------------------




Valete - Demo inédita

Para baixar clique aqui.

Esse som é versão demo dos versos que o Valete gravou pro som que acabou sendo o "Conexões", que gravamos em 2005 junto com o Gutierrez. Essa primeira versão tem letra totalmente diferente, com mais ênfase no flow do que a segunda, mais focada na mensagem, e foi gravada com o nome "Porto Alegre - Rough mix". Grande som de um grande rapper.

Letra:

Conspiração e Valete in big beats studios

Eu era aquele moleque de black q ouvias na creche
Com os 10 já ouvia Kool G rap e Das EFX
Sonhava ser melhor que Method Man e KRS
Em 97 no rap tu ja tinhas umas maquetes
Aos 17 já fazia bué sucesso no rap
Pra ser um wack profeta em K7´s de Bombejack
Em battles ensaduichei rappers man como baguete
Tornei-me um poeta inssurecto man assim como Garret
Sempre o mais rebelde rebobinado no teu deck
Vindo com o hip hop que quebra barreiras via internet
Conspiro em Porto Alegre com Leco e RMS
Continuo a reppar para wacks onde não existem checks
Não vou a festas onde dj´s wacks não fazem scratchs
Hip hop estabelece a controvérsia onde meu rap aquece
Na guerra e na miséria vou lhe amar como ele merece
O amor entre o verso e o papel chama-se MC Valete

-------------------------------------------------------------------------------


PROMOÇÃO O DILÚVIO/ SABOTAGE, NÃO ESQUECI DE VOCÊS

Um salve pro pessoal que comentou, infelizmente pela segunda vez a minha remessa de revistas "O Dilúvio" foi ROUBADA POR FUNCIONÁRIOS DOS CORREIOS, um novo pacote já foi encomendado, assim que estiver na mão vou mandar as revistas.

-------------------------------------------------------------------------------

DICA DE LIVRO: O teatro do bem e do mal, autor: Eduardo Galeano

Galeano é o jornalista autor de outros dos meus livros preferidos, "As veias abertas da América Latina" e "Dias e noites de amor e de guerra". Livro bom de ler quando não se tem muito tempo, pequenos trechos que valem muito. Sempre com muito bom humor, ironia e visão crítica ele bola as sacadas que te fazem repensar o ponto de vista que temos do mundo capitalista e acaba mostrando que a verdade está toda aí, é só abrir o olho e ver. Saiu pela L&PM pocket na faixa de R$ 10,00. Alguns trechos do livro que catei na rede:

Pórticos
Nosso sonho é um mundo sem pobreza. (Grande cartaz na entrada do Banco Mundial, em Washington).
O trabalho liberta (placa do campo de concentração de Aushwitz).

Fast food
Uma nova cadeia japonesa de restaurantes está competindo com sucesso com o McDonalds. Os clientes não pagam por prato e sim por tempo. Quanto mais rápido comem, menos pagam. O minuto custa trinta cêntimos de dólar. Só em Tóquio, já funcionam 180 destes postos de gasolina humanos.
.........................................................................................................................
Comparando os dados de diversos organismos internacionais (PNUD, UNICEF, FAO, OMS, Internacional for Strategic Studies), chega-se à conclusão de que o que o mundo destina a gastos militares durante onze dias daria para alimentar e curar todas as crianças famintas e enfermas do planeta, e sobrariam 354 dias para o nobre ofício de matar.
.........................................................................................................................
Globalização

Salário mínimo de um operário da General Motors nos Estados Unidos: dezenove dólares por hora. Salário de um operário da General Motors no México, no outro lado da fronteira: um dólar e meio por hora.

2 comentários:

Lucas disse...

HAHAHAHA!
É foda,nos roubam em tudo q é lugar.
M,as é assim mesmo mano.

Paz aí!

Anônimo disse...

смотреть любое порно видео бесплатно
скачать бесплатно просмотр видео порно
секс чаи
бесплатное порно видео молоденьких девушек
порно онлаин бесплатно